• Lifestyle - #LiMomToBe

LET’S PLAY: INTERACTIONS TO STRENGTHEN BABY'S EMOTIONS.


In the last post we learned a little bit about the feelings of the baby. And, as I said, the next would be on some important interactions, to strengthen these emotions. So, let’s check it out!


-Babies need to learn how to do the transition between excitement and calm. The physical interactions, help a lot in this process. Grinning, laughing and imitations familiarize the little one. When parents follow the baby squeals and laughter, he learns to be happy and expansive, for example.


- With the newborn, the games are spontaneous, without rules and, depend a lot on the presence of a caring and attentive adult. Follow the baby's facial pleasure reaction and increase the repetitions of the movements. There is no need to vary much at this stage.

The changing of diapers and the bath, are very important moments for this. Sing to him, stimulate his little arms and legs, so that he will react happily to these swings, which must be slow and alternating (legs and arms).


Important: When parents are in a hurry at such times, speeding up the work, the baby perceives and can demonstrate it through crying. So it's always best to plan the routine and give quality time to your child, after all, all of this will influence the development of him. Do not stall these moments.


- All babies have need of caresses, tender words and pleasant movement, slow, soft and close to the adult.


- After bathing, gently massage the baby with some soothing moisturizing. He'll sleep better. This can be a great task for the Dad.


- There are some important movements that should be made with the body of the baby, as if it were a daily, gentle and affectionate gym, are as follows:


1 - Turn sideways during exchange;

2 - Bicycle (softly);

3 - Gently raise and lower his arms. As well, open them and close them, without reaching the limit;

4 - Stroking the little head, turning slightly to learn to accompany the adult's face.


- At the end of the second month, place the baby on his stomach, his head turned to a side and then facing the surface so that he tries to lift it and firm it. This exercise should be repeated, but not in a hurry.


- Play should be done outside the crib. And it is important to do it always with the same objects, as he needs to become familiar with them. Always explain what is happening.


- When playing, dress him in comfortable clothes that facilitate movement.


- Stimulating the little hands: gently place your finger in the opening of his little hand and begin to slowly open it. Never pull it off! Slowly let the baby hold your thumbs, and perform the little arms, slowly moving up and down.


- Stimulating the little feet: use a brush, it can be a toothbrush, with soft bristles, or rubberized hedgehog style to pass between the toes, soles and chest of the feet, going up to the calf. Always with fun! It is important to observe the motor reaction of extension and flexion, in the feet and fingers.


- Tummy: To stimulate the abdominal muscles, pass (delicately) the nail in vertical and horizontal strokes. After each movement, wait for the child's reaction (expected to contract the abdomen).


- Firm body: Hold the baby facing the mirror, holding the knees with one hand and the other hand in the chest. Facilitate looking through the mirror, singing and talking. Thus, he will be encouraged to steady his body, raising his back.


* Important: These movements are in the gradual acquisition sequence! Do not skip steps.


Source: Leocadia Rudenco - Arthur's Grandma

Book indicated: The Baby Exercise Book for the First Fifteen Months - Levy, Janine.


VAMOS BRINCAR? FORTALECENDO AS EMOÇÕES DO BEBÊ ATRAVÉS DE BRINCADEIRAS.


No último post aprendemos um pouquinho sobre as emoções do bebê. E, como falei, o próximo seria sobre algumas brincadeiras e interações importantes, para fortalecer esses sentimentos. Então, vamos lá!


# Os bebês precisam aprender como é a transição entre excitação e calma. As brincadeiras físicas, ajudam bastante nesse processo. Gritinhos, risadas e imitações familiarizam o pequeno. Quando os pais o imitam nos gritinhos e nas risadas, ele aprende a ser alegre e expansivo, por exemplo.


# Com o recém-nascido, as brincadeiras são espontâneas, sem regras e, dependem muito da presença de um adulto carinhoso e atento. Acompanhe a reação facial de prazer do bebê e aumente as repetições dos movimentos. Não é necessário variar muito, nessa fase.

As trocas de fraldas e o banho, são momentos importantíssimos para isso. Cante pra ele, estimule os bracinhos e perninhas, dessa forma ele reagirá alegremente à esses embalos, que devem ser lentos e alternados (pernas e braços).


Importante: Quando os pais têm pressa nesses momentos, acelerando o trabalho, o bebê percebe, podendo demonstrar através do choro. Então, o melhor sempre é planejar a rotina e dar qualidade ao tempo com o seu filho, afinal, tudo isso vai influenciar no desenvolvimento dele. Não atropele esses momentos.


# Todos os bebês têm necessidade de carícias, palavras ternas e movimentação agradável, lenta, suave e próxima ao adulto.


# Após o banho, massageie o bebê, suavemente, com algum creminho tranquilizante. Ele irá dormir melhor. Essa pode ser uma tarefa para o papai.


# Existem alguns movimentos importantes que devem ser feitos com o corpo do bebê, como se fosse uma ginástica diária, suave e carinhosa, são os seguintes:


1 - Girar para os lados durante a troca;

2 - Bicicleta ( suavemente);

3 - Levantar e baixar, delicadamente, os bracinhos. Bem como, abri-los e fechá-los, sem chegar no limite;

4 - Acariciar a cabecinha, virando-a levemente para ele aprender a acompanhar o rosto do adulto.


# Ao final do segundo mês, coloque o bebê de bruços, cabecinha virada para o lado e, posteriormente, voltada à superfície para que ele tente levantá-la e firmá-la. Esse exercício deve ser repetido, mas sem pressa.


# As brincadeiras devem ser feitas fora do berço. E é importante que os objetos não sejam trocados, pois ele precisa familiarizar-se com os mesmos. Sempre explique o que está acontecendo.


# No momento de brincar, vista-o com roupas confortáveis que facilitem os movimentos.


# Estimulando as mãozinhas: suavemente, coloque o dedo na abertura da mãozinha e comece a abri-la lentamente. Nunca puxe-a! Aos poucos, deixe que o bebê segure seus polegares, e execute os bracinhos, subindo e descendo lentamente.


# Estimulando os pezinhos: usar uma escovinha, pode ser de dentes, com cerdas macias, ou bichinhos emborrachados, estilo porco-espinho para passar entre os dedinhos, sola e peito dos pés, subindo até a panturrilha. Sempre de modo divertido! Importante observar a reação motora de extensão e flexão, nos pés e nos dedos.


# Barriguinha: para estimular os músculos abdominais, passar (delicadamente) a unha em traços verticais e horizontais. Após cada movimento, esperar pela reação da criança ( o esperado é que ela contraia o abdomen).


# Corpo firme: segure o bebê de frente para o um espelho, sustentando os joelhos com uma das mãos e a outro o tórax. Facilitar o olhar pelo espelho, cantando e conversando. Assim, ele será estimulado a firmar o corpo, erguendo as costas.


Importante: Esses movimentos estão na sequencia gradual de aquisição! Não pule etapas.


Fonte: Leocadia Rudenco - Vovó do Arthur

Leitura indicada: O Despertar do Bebê - Práticas de educação psicomotora - Janine Lèvy

35 views0 comments

Recent Posts

See All