• Etiquette

10 QUALITIES OF POLITE PERSON


I came across this text and decided to share it because it's worth reflection in these "confusing times." And, as we are here in constant transformation, the more opportunities for improvement we take, the more evolved we become. By the way, in the photo I'm strongly wishing a world of more understanding, politeness and kindness!


In 1886, the Russian writer Anton Chekhov, an innovative genius of the tale, wrote a letter to his brother. Nikolai was living in Moscow, tried life as a painter. He complained of being a misunderstood artist. "People understand you perfectly well. If you don't understand yourself, it's not their fault, "Chekhov wrote.

In the letter, the writer tries to explain what it means to be truly polite. Basically, in his view, it is to have intellectual elegance, more than reading books or talking about books you have read or not read. In his perspective, polite people actually satisfy the conditions below:


1 Respect for human personality and, for the same reason, are always kind, gentle, polite and willing to yield to the other.


2 Do not line up for a hammer or missing piece of rubber. If they live with someone who does not consider favorable and they leave, they don't say to all that nobody could live with that person. They forgive the noise and the meat dry and cold. Don't spend energy on small matters.


3 Have sympathy not only by homeless and the cats. Also have the heart hurt for what their eyes can not see. They are generous.


4 Respect the property of others and, as a result, honor all its debts.


5 They are sincere and fear to lie like fire. Do not lie, even in small things. A lie is the same as insulting who is listening and put in a lower perspective, who's talking. Do not underestimate the intelligence of others.


6 Do not appear: behave on the street at home and do not assume before their known more humble. Do not gossip and do not require impertinent confidence of others. Silent more often than speak.


7 Do not feel looked down upon by awakening compassion.


8 Do not have superfluous vanity, they are bigger than that. Do not care about these fake diamonds known celebrities, tightening the hand of drunk or are recognized in taverns. If they earn a few pennies, do not strutting their stuff like these worth hundreds of dollars and do not boast that they can enter where others are not allowed. [...]


9 Develop the aesthetic intuition. Do not sleep with the street clothes, see cracks in the walls full of insects, don’t breathe bad air, don’t walking on the ground recently spat.


10 They are demanding, especially when choosing to share a life together. Intend to as much as possible to ennoble the sexual instinct. What they want in a partner is not just a colleague. Do not ask for intelligence manifested in the constant lie. They want genuine intelligence, freshness, elegance, humanity, maturity.


10 QUALIDADES DA PESSOA BEM EDUCADA


Encontrei por acaso esse texto e decidi compartilhar, pois vale a reflexão em "tempos confusos”. E, como estamos aqui em transformação constante, quanto mais oportunidades de melhoria aproveitarmos, mais evoluídos seremos. À propósito, na foto estou fortemente desejando, um mundo de mais entendimento, gentileza e educação. ;)


Em 1886, o escritor russo Anton Chekhov, gênio inovador do conto, escreveu uma carta para seu irmão. Nikolai estava morando em Moscou e tentava a vida como pintor. Queixava-se de ser um artista incompreendido. “As pessoas te entendem perfeitamente bem. Se você não entende a si mesmo, não é culpa delas”, escreveu-lhe Chekhov.

Na carta, o escritor tenta explicar o que é ser verdadeiramente educado. Basicamente, em sua visão, trata-se de ter elegância intelectual, mais do que ler livros ou falar sobre livros que você leu ou não leu. Na perspectiva dele, pessoas realmente educadas satisfazem as condições abaixo:


1 Respeitam a personalidade humana e, pelo mesmo motivo, são sempre amáveis, gentis, educadas e dispostas a ceder ante os outros.


2 Não fazem fila por um martelo ou uma peça perdida de borracha indiana. Se vivem com alguém a quem não consideram favorável e a deixam, não dizem “ninguém poderia viver contigo”. Perdoam o barulho e a carne seca e fria. Não gastam energia com assuntos pequenos.


3 Têm simpatia não só pelos mendigos e os gatos. Ficam também com o coração doído por aquilo que seus olhos não vêem. São generosas.


4 Respeitam a propriedade de outros e, em conseqüência, honram todas as suas dívidas.


5 São sinceras e temem à mentira como o fogo. Não mentem, inclusive em pequenas coisas. Uma mentira é o mesmo que insultar quem está escutando e, colocar em uma perspectiva mais baixa, quem está falando. Não subestimam a inteligência dos outros.


6 Não aparentam: comportam-se na rua como em sua casa e não presumem ante seus conhecidos mais humildes. Não fazem fofoca e não obrigam a confidência impertinente dos outros. Por respeito aos ouvidos de outros, calam mais frequentemente do que falam.


7 Não se sentem menosprezados por despertar compaixão.


8 Não têm vaidade supérflua, são maiores que isso. Não se preocupam com esses falsos diamantes conhecidos como celebridades, que apertam a mão de bêbados ou são reconhecidos nas tabernas. Se ganham alguns centavos, não se pavoneiam como se estes valessem centenas de reais e, não alardeiam que podem entrar onde outros não são admitidos. […]


9 Desenvolvem para si a intuição estética. Não podem ir dormir com a roupa do corpo, ver rachaduras das paredes cheias de insetos, respirar um ar ruim, caminhar no piso recém cuspido.


10 São exigentes, principalmente ao escolher com quem compartilhar a vida a dois. Pretendem tanto quanto seja possível enobrecer o instinto sexual. O que querem em um parceiro não é apenas um colega de cama. Não pedem inteligência que se manifesta na mentira constante. Querem, inteligência genuína, frescor, elegância, humanidade, maturidade.

1,766 views0 comments